Município incentiva a “criação de indústrias de transformação” na Praia da Vitória

BiofeiraO presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória acredita que o sucesso da agricultura biológica passa pela comercialização, através da criação de pequenas indústrias de transformação dos produtos, acrescentando valor aos mesmos. Roberto Monteiro intervinha no âmbito da apresentação da 3ª edição da Biofeira dos Açores, que decorreu na manhã de hoje, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

“A Bioazórica tem efetuado um trabalho excecional ao nível da organização dos produtores e dinamização dos mercados. Deste modo, considero que está na altura de darmos um passo em frente e apostarmos na vertente da comercialização, no sentido de acrescentarmos valor à produção biológica, criando pequenas indústrias associadas à transformação dos produtos.”

“Considerando os novos desafios do século XXI, é necessário focarmo-nos na comercialização com valor acrescentado, retirando o enfoque da produção. Só assim conseguiremos alcançar novos mercados e expandir a agricultura biológica”, evidenciou.

O autarca referiu também a importância do empreendedorismo na promoção do emprego e desenvolvimento económico do Concelho, desafiando os jovens empresários integrados na incubadora da Praia da Vitória a apostarem na criação de negócios no âmbito da agricultura biológica.

“Como todos sabemos, o setor agro-alimentar encontra-se em ascensão. Neste sentido, acredito que está na altura de dar outra dinâmica ao mercado biológico, projetando novos desafios na Terceira e restante Região”, disse.

Na ocasião, o edil praiense congratulou a Bioazórica pela dedicação e o empenho demonstrados, reforçando a parceria existente entre o Município e esta entidade que se manifesta na qualidade da Biofeira dos Açores.

“Gostaria de apelar à participação da comunidade neste evento a fim de dar o apoio e o estímulo necessários à concretização dos objetivos propostos. Temos de nos unir em prol do crescimento dos Açores”, salientou.

Para Mónica Oliveira, presidente da Bioazórica, “esta iniciativa representa o culminar de todo o esforço existente entre a direção desta cooperativa, os produtores e todos os que colaboram connosco na promoção da agricultura biológica.”

“O setor agro-alimentar é o único que tem tido um desenvolvimento significativo a nível mundial, devido à crescente preocupação das pessoas com a sua saúde e bem-estar. Existem cada vez mais doenças associadas à diabetes, obesidade e tensão arterial, por isso a população tende a adotar hábitos alimentares mais saudáveis”, referenciou.

Mónica Oliveira apresentou ainda o programa da Biofeira, destacando que o mesmo reúne um vasto leque de atividades direcionadas a toda a comunidade, desde as crianças aos idosos.

“Pretendemos abranger os diferentes públicos. Como tal, temos um programa muito diversificado, que engloba uma banca de produtos para venda; a tradicional quinta pedagógica e um espaço infantil, que têm um grande sucesso junto dos mais novos; vários momentos musicais; produtos artesanais; alfaias agrícolas; um espaço de restauração, que permite dar a conhecer iguarias gastronómicas confecionadas com produtos biológicos; e workshops, ministrados por pessoas que possuem um grande know-how no setor agro-alimentar”, explicou.

A III Biofeira dos Açores, promovida pela Bioazórica, em colaboração com o Governo Regional dos Açores, a autarquia praiense e a Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), decorre entre 20 e 22 de maio, na Tenda da Marina da Praia da Vitória.

 

 

GI CMPV/+central

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s