Parcerias geram “mais e maiores” sucessos no Azores Fringe

MiratecArtsA associação MiratecArts apresenta, anualmente, vários projetos incluindo o festival internacional de artes, Azores Fringe. Centenas de artistas investem do seu tempo, talento e, muitas vezes, do seu bolso para conseguirem realizar arte nas ilhas. Os apoios que a MiratecArts partilha com artistas tem a ver com as parcerias angariadas durante o ano.

“Temos apoio de alguns departamentos governamentais e municípios e, de grande importância, parcerias privadas,” diz Terry Costa. “Cada ano que passa mostramos que juntos conseguimos mais, por isso apelo a entidades, negócios privados, cooperativas e outras associações a se juntaram a esta aventura e fazerem parte da explosão artística dos Açores para o mundo.”

Parcerias com Quatro Estações (loja de roupas presente em várias ilhas dos Açores), Atlântico Teahouse (a nova casa chá na vila da Madalena), Ancoradouro (restaurante favorito dos artistas), também geraram novas localidades para eventos, no festival de artes, como exposições e encontros. A Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico é a única entidade não-governamental que é parceira da MiratecArts desde o início de atividade. “Já conseguimos vários trabalhos artísticos que promovem os produtos locais e isso é uma valia para todos os participantes,” continua Terry Costa. “Mas, estamos apenas no início. Ainda não temos parceiros de alojamento, (mesmo que alguns locais sejam apoiantes) e parceiros de transporte, que é a maior linha do nosso orçamento – quase 50% do apoio do Governo dos Açores vai diretamente para transporte aéreo e marítimo, inter-ilhas.”

A Câmara Municipal da Madalena é o parceiro municipal principal para a MiratecArts desde o início da associação. A Câmara sede da associação abre seus espaços para que MiratecArts consiga apresentar a programação artística. “O apoio financeiro e logístico é muito importante para uma entidade gerida por voluntários, mas ainda mais importante é o apoio logístico que a nossa Câmara providencia,” diz Terry Costa.

A sala que a Câmara alocou à associação no Estádio Municipal da Madalena é muito conveniente, mas já se mostra insuficiente para o trabalho continuo. Estamos à procura de um local mais amplo que sirva para armazém de materiais e equipamento e, também, local de encontro.” Este ano, a Câmara Municipal da Horta também se juntou aos parceiros oficiais para o Azores Fringe e Terry Costa espera que outros municípios se juntem no futuro. “Não só entidades governamentais mas, porque não, cooperativas de mel, queijo. E, que tal fábricas de atum e outros produtos regionais? Temos ideias para desenvolver artisticamente campanhas de promoção e dar mais visibilidade ao que se faz nas ilhas. A chave da parceria nem sempre é apoio financeiro. Juntos conseguimos mais!

 

 

 

Foto: Davide Sousa

MiratecArts/+central

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s