Equilíbrio económico-social é importante para as RUP´s

Sofia RibeiroA  eurodeputada Sofia Ribeiro reuniu, na passada sexta-feira, com a Comissária Marianne Thyssen, responsável pelo Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, na Comissão Europeia, em Bruxelas, no âmbito das auscultações que a Eurodeputada tem realizado para a elaboração do relatório sobre a implementação das prioridades do Semestre Europeu, do qual é relatora do Parlamento Europeu.

Após ter recolhido alguns contributos por parte da Comissária, a eurodeputada afirmou ser “necessário continuar a equilibrar os aspetos económicos com os sociais, tal como se verificou nas recentes recomendações específicas por país, que incluem indicadores sociais tais como a taxa de atividade, de desemprego jovem e de desemprego de longa duração”, situação que corresponde ao que a eurodeputada tem vindo a defender durante o processo do Semestre Europeu, o que a Comissária apoiou.

Na reunião, a eurodeputada mostrou ainda a Marianne Thysssen a sua preocupação com o nível de desemprego nas RUP. “Nós precisamos de programas especiais para estas regiões que têm taxas de desemprego e desemprego jovem preocupantes, muito superiores à média europeia, e onde é mais difícil criar emprego e impulsionar a ação das PMEs”, advertiu Sofia Ribeiro, tendo acrescentado que foi por isto que apresentou “em nome dos deputados das RUP, um projeto piloto no passado mês de maio, que visa apoiar a criação e o desenvolvimento de PMEs inovadoras que operem no domínio da economia verde e azul e que potenciem a criação de emprego nestas regiões”.

Sofia Ribeiro também alertou a Comissária para a eventual aplicação de sanções por défice excessivo por parte da Comissão Europeia a Portugal, o que considerou ser “inaceitável e injusto”. A eurodeputada argumentou que Portugal tem que ter “um regime de exceção, pela diminuição sustentada do défice, tal como previsto nos tratados, pois passamos de uma situação de défice de 9.8% do PIB em 2010, para 3.2% (sem os efeitos do BANIF) em 2015. Além disso o enorme esforço dos portugueses não deve ser esquecido“. A eurodeputada acrescentou ainda que “o atual governo português está a encetar novas reformas, pelo que temos que lhe dar o benefício da dúvida, esperando que estas novas políticas alcancem os resultados por este prometidos”.

A finalizar a reunião, Sofia Ribeiro afirmou que, devido à multiplicidade de fontes, se torna muito difícil avaliar com objetividade a situação social e económica de cada país, pelo que propôs à Comissão do Emprego e Assuntos Sociais uma audição pública com o objetivo de “clarificar e definir a eficiência e os critérios usados na análise estatística dos dados do emprego, bem como na seleção das respetivas fontes. Numa feliz coincidência, hoje foi-me dito pela comissária que e a Comissão já estava a desenvolver e melhorar a regulamentação dos dados estatísticos na área social, o que mostra que caminhamos no mesmo sentido”.

Como curiosidade, no encerramento da reunião, Sofia Ribeiro e Marianne Thyssen trocaram algumas impressões sobre o arquipélago dos Açores, tendo a comissária confessado já ter visitado as ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e Faial.

 

 

 

Foto: GSR

GESR/+central

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s